Uma nova competição (III Liga), a redução do Campeonato de Portugal e os moldes das subidas e descidas. Muito vai mudar no Futebol Português

A bola ainda está longe de rolar (fora a Primeira Liga) na totalidade dos campeonatos portugueses, mas a Federação Portuguesa de Futebol já anunciou várias medidas que irão entrar em vigor nas próximas duas épocas desportivas (2020/21 e 2021/22).

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) noticiou esta quarta-feira o “Plano de reestruturação para o terceiro escalão”, mais concretamente o Campeonato de Portugal (CP), que irá ter alterações significativas no seu formato.

A primeira medida anunciada pela FPF é a criação de uma nova prova, designada para já de «III Liga», que servirá de acesso à LigaPro, em 2021/22.

A FPF acordou também, em conjunto com o Sindicato dos Jogadores, que os profissionais destas competições terão como valor de remuneração base o salário mínimo nacional, combatendo a precariedade que é constantemente notícia no antigo CP.

A III Liga vem recuperar um pouco do que eram os moldes da II e III Divisão
Nacional, que foram extintas em 2012/13.

Mas como vão ficar as competições?

Para já apenas sabemos como serão os próximos dois anos do Campeonato de Portugal (nova 4ª Divisão Nacional) e da III Liga (Nova 3ª Divisão Nacional).

Em 2020/21 será o último ano em que o Campeonato de Portugal irá manter o estatuto de 3ª Divisão Nacional, e por isso, explico os moldes:

Irão competir, numa primeira fase, 96 equipas, distribuídas por 8 séries (Da Série A à H). Esta fase irá ocorrer a duas voltas.

No fim dessas duas voltas, os 1ºs classificados de cada série ficará apurado para um acesso à 2ª Liga. As equipas que terminarem entre o 2º e o 5º lugar irão disputar o acesso à nova III Liga. As equipas entre o 9º e o 12º posto irão automaticamente descer à Distrital correspondente.

Então e do 6º ao 8º de cada série? Mantém-se no novo Campeonato de Portugal, em 2021/22 (Nova 4ª Divisão).

Retirado do site da FPF

O acesso à II e III Liga em 2020/21

Após a (vamos apelidar de) Fase Regular, é tempo dos 1ºs classificados de cada série disputarem o acesso à II Liga 2021/22. Serão então divididos os 8 clubes em 2 séries de 4 equipas. O primeiro de cada série sobe à II Liga.

Não é explícito na notícia que a FPF divulgou o que acontece com os restantes clubes que disputaram o acesso à II Liga, mas presumo que, caso falhem o acesso à II Liga, ascendam à nova III Liga, em 2021/22.

Já o acesso da III Liga será feito da seguinte forma: As equipas que terminarem entre o 2º e o 5º lugar da “Fase Regular” irão ser agrupadas nas mesmas 8 séries, mas apenas com 4 equipas cada. Ascendem à nova III Liga, em 2021/22, os 2 primeiros de cada série. Os restantes permanecem no novo Campeonato de Portugal, em 2021/22 (Nova 4ª Divisão).

A FPF acrescentou também que após se definirem todos os moldes em que decorrerão as competições nacionais não profissionais de futebol na época 2020/21 e 2021/22, “a FPF continuará agora a estudar os formatos e calendários das provas de futsal nas próximas temporadas.”

A FPF pretende reduzir o nº de equipas na nova III Liga e
no novo Campeonato de Portugal

Uma coisa é certa: Existirão mais clubes que competirão a nível nacional e, com isso, mais exposição mediática. Uma ótima oportunidade para potenciar o Marketing Desportivo. Quer saber como? Clique aqui

Categorias: Futebol

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *